Alunos do 9º ano da escola Profº Artur Nunes Vidal em S. Miguel - Açoresl

banner 01

banner02

banner03

banner 05

banner 04

  • Crescemos juntos para o sucesso

  • ... aprender na prática ...

  • Interculturalidade e cidadania

  • Experiência, Transformação, Conhecimento

  • Conhecimento com arte

AEAS

Alunos do 9º ano da escola Profº Artur Nunes Vidal em S. Miguel - Açoresl

AZ1

De 18 a 21 de maio de 2018, as turmas do 9º ano da escola Profº Artur Nunes Vidal - Fermentelos, do Agrupamento de Escolas de Águeda Sul, embarcaram numa inesquecível aventura pela ilha de S. Miguel dos Açores. A viagem decorreu sem incidentes e os dias estiveram agradáveis.

 Os alunos relacionaram-se de forma excelente e foi para nós um privilégio o facto de termos sido tão bem acolhidos nestas ilhas do grupo oriental do arquipélago dos Açores.

À chegada ao aeroporto João Paulo II, tínhamos uma guia à espera que nos conduziu à pousada de S. Miguel. Pelas 14:30 iniciámos o percurso pedestre em Ponta Delgada. Descemos na companhia da guia de turismo, em direção à igreja do Colégio dos Jesuítas, museu Carlos Machado, à igreja matriz, porta da cidade, estátua de Gonçalo Velho Cabral, edifício dos Paços do Concelho, Palácio da Conceição e Igreja de todos os Santos. Estes monumentos históricos demonstram a utilização das rochas vulcânicas na arquitetura urbana da cidade. Terminámos este dia com um jantar no restaurante - O avião - e regressámos, de seguida, à pousada.
No segundo dia, iniciámos o percurso de descoberta científica, histórica, paisagística e cultural, da região central da ilha de S. Miguel pelas 9:00 horas. Deslocámo-nos num Big Truck até ao miradouro da lagoa do fogo, seguindo para a caldeira velha onde os alunos se deliciaram num banho de águas quentes e visita à caldeira. Descendo pela encosta norte chegámos à cidade da Ribeira Grande para contemplar a arquitetura barroca dos séculos XVII e XVIII que tanto carateriza esta cidade. Em contacto com a natureza fez-se um pequeno passeio pedestre, denominado " Salto do Cabrito até à central hidroeletrica, atualmente desativada. No regresso visitámos as plantações de Ananases e o cultivo desta fruta tropical. Como o dia estava excelente, os alunos "saborearam" as águas do oceano em frente à Marina de Ponta Delgada. Terminou-se com o jantar no restaurante junto à marginal de ponta delgada - Yacht Club e concluímos o dia com um simpático convívio, reconhecendo a vista noturna da cidade de regresso à pousada.
No terceiro dia, o percurso geológico e paisagístico nesta ilha iniciou-se na fábrica de chá Gorreana que mantém a sua atividade, ininterruptamente, desde 1883. Com extensas plantações que se avistam em redor do edifício sede, ali se produz chá preto (variedades Orange Pekoe, BrokenLeaf e Pekoe) e verde (Hysson), de qualidade reconhecida. Para além desta vertente, existe ainda uma outra, de carácter museológico, pois a fábrica continua a utilizar maquinaria do século XIX e inícios do século XX. Aqui foi possível provar as diversas variedades de chá. Seguiu-se para o Miradouro do Pico do Ferro, com vista para a maior e mais antiga caldeira da ilha, onde se encontra o mágico vale das furnas com a sua lagoa e fumarolas.
Observou-se como se cozinha o famoso cozido das furnas, seguidamente degustaram esse prato e outros no restaurante local. Depois do almoço, visita às fumarolas do centro da freguesia, seguindo -se a visita ao Parque Terra Nostra onde os alunos se banharam nas águas quentes do parque. Terminámos o dia com um jantar no Restaurante Ramires e em convívio.
No último dia, e antes de apanhar o avião para o Continente, ainda se visitou a parte oeste da ilha, as sete Cidades. Fomos em direção à lagoa do Canário por um trilho pedestre que nos levou ao miradouro da grota do inferno, com uma vista de cortar a respiração, aqui ficámos pelo caminho devido às condições atmosféricas. De seguida, fomos para o miradouro da vista do Rei em big truck- uma viatura de tração às quatro rodas - com uma vista panorâmica sobre a lagoa das sete cidades e as suas diferentes cores como pano de fundo. Visitou-se, de seguida, a Lagoa de Santiago. Através de uma estrada de montanha, "cumeeira", foi possível avistar as belas paisagens da zona central da ilha. Seguimos para a zona termal da Ferraria e Mosteiros onde tomaram banho nas águas quentes do oceano.
Para finalizar a nossa estadia nos Açores, os alunos aproveitaram para recolher materiais e divertirem-se nas termas Açorianas. Às 17:50h, o big truk levou-nos para o aeroporto João Paulo II, aqui jantámos e compramos os presentes para os familiares. Posteriormente, apanhámos o avião com destino a Lisboa. Chegámos a Fermentelos, por volta da 01:00h.
Tudo correu como o previsto. A maioria dos alunos teve um comportamento excelente e saímos da ilha incomensuravelmente mais enriquecidos, com as paisagens deslumbrantes, geologicamente mais esclarecidos e culturalmente mais elucidados, com laços de amizade novos, renovados e reforçados.

AZ2 AZ4 AZ3

 

Melhor Turma 2017 /2018

MT2

Centro de Formação Desportiva de Desportos Náuticos - AEAS

logo

OPE 2018 Despacho 436-A/2017 e Aviso de Abertura

OPEME     OPEAS

 Centro Qualifica AEAS-Pré-Inscrição 

CQualifica

 

Bibliotecas - Novidades

bm ma

Grupo de Observação de Aves (GOA)

birdwatcher-2

 

ecoescolas

Comenius

image001O projecto Comenuis promove a cooperação e a troca de experiências entre países parceiros.

 

 Mais informação ...

Escola Virtual

EVLogoEscolaVirtualO projecto escola virtual no AEAS.

 

 

 

 Mais informação ...

20 Aula Digital

leya educacaoO projeto 20 Aula Digital no AEAS.

 

Mais Informações...

Free business joomla templates